Ainda Presente/Yet Present - Guilherme Ghisoni

Sobre o ensaio:


No ensaio "Ainda Presente", Ghisoni visa inverter a intencionalidade temporal da fotografia, tratando a fotografia não como uma janela transparente para o passado, mas como o resíduo do passado no presente (aproximando o estatuto da imagem fotográfica das poeiras, arranhões e manchas depositados sobre a superfície do negativo). Com isso, o artista busca se afastar da ideia de que, através da transparência da representação fotográfica, vemos entidades que existem no passado. Ao inverter a sua intencionalidade temporal, a fotografia pode ser pensada como indício de um evento, que, depois de ocorrer, deixou de ser. A fotografia seria apenas o resíduo no presente de algo que não mais é.